Tétano

Doença infecciosa, não transmitida entre pessoas, causada pela bactéria Clostridium Tetanii que é encontrada no solo e nas fezes de animais herbívoros. Também é encontrado em águas putrefeitas, pregos e latas enferrujadas, plantas e outros. Pode ser constatado em duas apresentações: tétano acidental – quando pessoas manuseiam o solo ou materiais contaminados, ou tétano neonatal que ocorre por contaminação do coto umbilical, ao utilizar-se material contaminados pela secção do cordão umbilical ou tratamento da ferida umbilical.

Indicação:

Apresentações:

  • Tríplice bacteriana pediátrica acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche) – DTPa;
  • Tríplice bacteriana adulto (Difteria, Tétano e Coqueluche) – dTpa;
  • Vacina Pentavelente: Tríplice Bacteriana acelular – difteria, tétano, coqueluche (DTPa) + Haemophilus influenzae B (Hib) + Pólio injetável;
  • Vacina Hexavalente (Tríplice Bacteriana acelular – difteria, tétano, coqueluche (DTPa) + Haemophilus influenzae B (Hib) + Pólio injetável + hepatite B;
  • Vacina dT (dupla adulto) – dispon´vel apenas na rede pública.

Obs.
DTPa ( Triplíce bacteriana acelular tipo infantil)

Indicação: A vacina acelular é menos reatogênica do que a vacina de células inteiras dos postos de saúde. Integra a rotina de vacinação para crianças a partir dos 02 meses até 07 anos de idade.

Esquema de doses: 03 doses + reforços – a primeira dose com 02 meses de idade, a segunda com 04 meses e a terceira com 06 meses. Um reforço aos 15 meses e outro reforço entre 04 e 06 anos de idade. Após isso, reforço de 10 em 10 anos com a vacina DT(dupla do tipo adulto) ou, preferencialmente, com a vacina dTpa (tríplice bacteriana acelular do tipo adulto).

Contraindicações: hipersensibilidade aos componentes da vacina (anafilaxia), encefalopatia dentro de 07 dias após vacinação imunização prévia da vacina com o componente pertussis (coqueluche);

Eventos adversos das duas vacinas: Febre e reações locais (dor, vermelhidão e edema) são as mais comuns. Raramente pode ocorrer: irritação, choro intenso, síndrome hipotônica-hiporresponsiva

Via de aplicação das duas vacinas: Intramuscular

dTpa ( Triplíce bacteriana acelular tipo adulto)

Indicação: Crianças a partir de 04 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Esquema de doses:

  • Crianças a partir de 04 anos de idade e adultos não vacinados ou com histórico vacinal desconhecido: 03 doses com intervalo de dois meses entre elas. A partir daí, reforços a cada 10 anos.
  • Crianças a partir de 04 anos e adultos com esquema vacinal incompleto: completar o esquema com 01 ou 02 doses.
  • Crianças a partir de 04 anos e adultos com esquema primário de 03 doses completo: reforços de 10 em 10 anos
  • Gestantes: é recomendada uma dose em toda gestação, a partir da 20ª semana, preferencialmente entre a 27ª e a 32ª semana.

Contraindicações: hipersensibilidade aos componentes da vacina (anafilaxia), encefalopatia dentro de 07 dias após vacinação imunização prévia da vacina com o componente pertussis (coqueluche).

Via de aplicação: Intramuscular (IM)

Enviar mensagem
Estamos online